Temperatura, umidade e grau de pureza do ar, por que dar atenção a esses fatores?

By 0
423

Você quer se livrar do calor, pesquisa os modelos de aparelhos de ar-condicionado disponíveis no mercado, escolhe o ideal para suas necessidades, instala e aí é só relaxar, certo? Em parte sim, porém ao usufruir do ar-condicionado, recomendamos que fique atento a três fatores muito importantes:

Temperatura:

Um dos principais pontos de atrito quando se trata de ar-condicionado em ambientes coletivos, como escritórios, é encontrar uma temperatura que seja capaz de agradar a todos, já que as pessoas têm sensibilidade diferente.

O recomendado, segundo a Anvisa, é ajustar a temperatura entre 23 e 26º C. Se o ambiente permitir, o ideal é que as pessoas mais sensíveis ao frio sejam posicionadas mais longe das saídas de ar.

Lembre-se ainda que um ambiente muito frio é prejudicial à saúde. Além disso, quem costuma transitar entre ambientes quentes e refrigerados deve tomar cuidado com o choque térmico, que pode desencadear reações alérgica, entre outros problemas.

Umidade relativa do ar:

Ao diminuir a temperatura, os aparelhos de ar-condicionado precisam retirar a umidade do ar, e isso pode trazer algumas consequências desagradáveis, como a irritação da garganta e nariz.

A baixa umidade do ar também pode causar transtornos aos alérgicos, podendo desencadear crises de rinite ou bronquite.  

Para que o nosso organismo fique confortável, o ideal é que a umidade do ar fique entre 50 e 60%. Para isso, é interessante aumentar a quantidade de água no cômodo sempre que ligar o ar-condicionado, colocando recipientes cheios de líquido ou uma toalha molhada, por exemplo.

Durante os meses de verão intenso, nos quais muita gente não dispensa um bom ar-condicionado ao dormir, uma boa estratégia é umedecer o nariz com soro fisiológico antes de deitar e manter um copo com água por perto, para tomar pequenos goles caso desperte durante a noite.

Pureza do ar:

Sem uma boa manutenção e limpeza regular, o filtro do seu ar-condicionado pode acumular fungos e bactérias, além de partículas poluentes. Se a limpeza for negligenciada por muito tempo, pode ser que a qualidade do ar no ambiente fique tão ruim quanto a da rua.

Além disso, em escritórios, por exemplo, a falta de manutenção nos aparelhos de ar-condicionado estimula a proliferação de vírus, como o da gripe, que é transmitido mais facilmente em ambientes fechados. Quem trabalha em escritórios com ar refrigerado certamente já deve ter passado pela experiência de ver um colega resfriado e vários outros também gripando logo na sequência.

Para manter a pureza do ar no ambiente dentro dos níveis recomendados, o ideal é retirar a tela do ar-condicionado  uma vez por mês e limpar com água corrente. Outra recomendação é chamar um técnico para avaliar o equipamento uma vez ao ano. Vale a pena destacar também que o ar-condicionado do carro também precisa de limpeza pelos mesmos motivos.

Com essas informações, esperamos ajudar você a conhecer melhor alguns dos principais pontos a ficar atento ao utilizar seu ar-condicionado no dia a dia. Se precisar de mais detalhes e recomendações sobre temperatura, umidade ou pureza do ar ou caso queira conhecer nossas opções de aparelhos ou serviços, acesse o site da Setfrio ou entre em contato conosco: (21) 2218-5230.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Your Name:*

Your Website

Your Comment