Doenças e ar condicionado, o que é mentira e verdade sobre este tema?

By 0
188
Doenças e ar condicionado, o que é mentira e verdade sobre este tema?

Muitas pessoas acreditam que o ar condicionado e doenças acabam tendo uma relação um com o outro. Mas, o que é verdade ou mentira sobre esse assunto? A seguir, você verá a verdade sobre o tema e como usar o ar condicionado corretamente.

Ar condicionado faz mal?

A verdade é que não é bem assim que as coisas são.

Por exemplo: Será que tantos hospitais e postos de saúde teriam ar condicionado se este fizesse mal para pessoas doentes? Certamente que não!

A verdade é que as instalações de ar condicionado e a filtragem de água tem muito efeito. Se o ar condicionado for bem instalado, ele será basicamente inofensivo para as pessoas.

Certo que para toda regra há uma exceção, então algumas pessoas podem sim ser afetadas negativamente, mesmo sendo bem raro os casos.

Quando mal instalado, o ar condicionado é responsável por infecções respiratórias mais ou menos graves

O ar condicionado está ligado a certas patologias, desde as mais benignas como a coriza, até as mais graves, como a doença do legionário.

  • As condições mais amenas são geralmente devidas a grandes variações de temperatura entre o exterior e a área climatizada, o que pode levar a infecções respiratórias.

Mas o ar também é mais seco, o que pode causar irritação nos olhos e especialmente em pessoas que usam lentes.

  • Ainda mais irritante é o agravamento das alergias, porque o ar reciclado tende a concentrar alérgenos.
  • Ar condicionado também é acusado de causar a síndrome de edifícios insalubres.

É um conjunto de sintomas muito diversos (otorrinolaringológico, respiratório, ocular, cutâneo, sensitivo, neuropsíquico), que desaparecem logo que a pessoa sai do prédio em questão.

  • Mas mais grave é o risco de penetração de agentes infecciosos no sistema de ar condicionado e, particularmente, na bactéria responsável pela doença do legionário.

Ela se prolifera facilmente dentro dos dutos da torre de resfriamento, trabalhando com água.

A difusão é então particularmente rápida e ampla, causando infecções pulmonares, até mesmo insuficiência respiratória e pneumopatia nos indivíduos mais frágeis.

Ar condicionado e doenças não estão ligados diretamente, mas este precisa ser visto como algo que precisa de manutenção e inspeção regular, porquê do contrário, a pessoa com baixa imunidade pode acabar ficando doente.

Nos próximo subtópico, você pode conferir mais a respeito da manutenção e algumas dicas a respeito. São dicas simples, mas que mostram que a relação entre ar condicionado e doenças não precisa existir.

A manutenção da instalação fornece ar condicionado seguro

Mas o ponto de partida dos efeitos adversos na saúde é a manutenção deficiente das instalações.

  • Uma maneira simples e eficaz de proteção contra infecções respiratórias relacionadas ao ar condicionado, desde as mais leves até as mais severas, é respeitar a manutenção rigorosa das instalações, filtros e outros (vigilância, manutenção e desinfecção por um profissional).
  • Também é necessário verificar regularmente se há água estagnada no sistema.

Desta forma, os riscos de contaminação são descartados.

Embora essa recomendação se aplique a todas as unidades de saúde e outras instituições, ela também se aplica a indivíduos.

Qualquer ar condicionado tem um manual do usuário que inclui as recomendações de manutenção. Você tem que ter conhecimento deles e respeitá-los.

Contratar uma empresa especializada no assunto também é uma ótima ideia nesse respeito para que esta possa fazer a inspeção e manutenção do ar condicionado.

De qualquer jeito, ar condicionado e doenças não precisa ser um paralelo, pois, basta que você siga as dicas acima, pois assim, você vai garantir a sua segurança e a de quem trabalha com você.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Your Name:*

Your Website

Your Comment